Mito ou Verdade? Nossos cabelos caem mais e crescem menos no Outono e Inverno?

Muitas mulheres relatam perceber que seus cabelos caem mais ou crescem menos durante as estações do ano Outono e Inverno. Mas será que isso é verdade?

Alguns especialistas apontam que, sim, o crescimento dos cabelos pode ter relação com a época do ano. Isso pode ocorrer porque nessas duas estações do ano os dias ficam mais curtos e as noites mais longas; ou seja, a incidência dos raios UV é menor, interferindo em um crescimento mais lento dos fios. Além disso, os dias com temperaturas mais baixas contraem os folículos capilares, dificultando um pouco mais o crescimento dos cabelos. Há poucas controvérsias sobre a lentidão do crescimento dos fios nessas estações. Saiba: o clima pode interferir bastante na velocidade do crescimento dos fios ao longo do ano, portanto, temos uma verdade!!

Já em relação à queda, notamos opiniões diversas, dificultando desvendar o mistério “mito x verdade”. Isso porque existem especialistas os quais afirmam que nesse mesmo período nossos cabelos passam por mais substituições de fios do que nas outras estações do ano. Segundo eles, cerca de 20% dos cabelos são renovados durante o Outono e o Inverno.

Mas, existem aqueles especialistas os quais apenas alegam que as mulheres notam mais a queda de seus cabelos por lava-los mais espaçadamente, já que suam menos nesse período. Assim, quando entram no banho e os umedecem, percebem que mais fios saem às mãos, mas na verdade, já eram fios que estavam soltos ali há algum tempo, ainda entrelaçados nos fios presos.

Divergências à parte, sabemos que o nosso cabelo cai por vários motivos: má alimentação, pouca hidratação (beber água é fundamental para a saúde dos cabelos), insônia, estresse, carência de algumas vitaminas no sangue… A queda também pode estar vinculada a fatores genéticos. Avalie seu estilo de vida e limpe sempre a raiz de seus cabelos, massageando o couro cabeludo de forma a estimular os folículos capilares. Mas fique atenta: se a queda estiver muito acentuada, procure um dermatologista.

Sobre o Autor

Nenhum Comentário

Os comentários estão fechados.