Como usar chapinha com segurança.

A chapinha (ou prancha) ainda é, para muitas mulheres, a principal ferramenta para as madeixas quando o assunto é “arrumar os cabelos”! A chapinha é prática, rápida, acessível e deixa até os fios mais rebeldes lisinhos e no lugar por longos tempos.

Por outro lado, é bastante comum as mulheres serem vítimas dos alertas: “chapinha resseca os cabelos”; “chapinha quebra os fios”. Por conta disso, em nome da beleza, a praticidade fica de lado e a amada chapinha acaba tornando-se um pesadelo!

Mas não é para tanto! Usando de maneira correta, secador, babyliss e até mesmo chapinhas podem garantir madeixas mais bonitas e saudáveis sim!

Abaixo listamos os 5 principais erros de quem utiliza chapinha em sua rotina. Evite-os e tenha cabelos lindos mesmo utilizando a ferramenta termoativa mais queridinha do mundo todos os dias!

  1. Chapinha nos cabelos sujos: não cometa este equívoco. O liso amassou e você queria só dar uma arrumada nas pontas? Esqueça essa ideia! Melhor lavar o cabelo e fazer o alisamento todo novamente. Aplicar a prancha nos fios sujos, ainda que você tenha lavado no dia anterior, danifica os fios, pois a oleosidade natura dos cabelos irá “fritar” o comprimento dos fios com a alta temperatura da chapinha.
  2. Não usar protetor térmico: este erro é fatal! Os produtos termoativos foram criados para formarem uma espécie de camada protetora, que isola os fios do calor. Não utilizar protetores térmicos influencia diretamente na vulnerabilidade dos fios ao longo de qualquer procedimento termoativado.
  3. Usar chapinha com cabelos molhados: isso é terrível. Chapinha nos fios molhados é igual ferro de passar em tecido molhado. Enruga e queima, certo? Pois é, ninguém quer cabelos quebrados por conta deste erro absurdo. Chapinha, meninas, apenas quando os cabelos estiverem BEM secos!
  4. Separar mechas grossas: a verdade é que quanto mais grossas as mechas, mais vezes você vai precisar passar a chapinha em cada mecha para garantir o efeito desejado. Se você separar mechas finas, da espessura de dois dedos, no máximo, o efeito será muito mais próximo do desejado, não sem necessárias tantas aplicações!
  5. Não hidratar os cabelos constantemente: ferramentas termoativas são responsáveis por atuar removendo água dos fios ao longo dos procedimentos, logo, eles desidratam sim. Por isso, é importante repor nutrientes e realizar hidratações frequentes nos cabelos para evitar qualquer consequência próxima do ressecamento!

Sobre o Autor

Nenhum Comentário

Você pode postar o primeiro comentário de resposta.

Deixe um comentário

Digite seu nome. Por favor insira um endereço de e-mail válido. Por favor, digite uma mensagem.